seguidores

23 de novembro de 2010

OS LIVROS NA PARAÍBA




CONHECER - Dá-se o fruto ao jovem e espera-se brotar, dentro dele, a revolução | imagem: Horas Serenas
VALDÍVIA COSTA

Até que enfim, João Pessoa, capital paraibana, criou um evento cultural de peso. Desde o Estação Nordeste, que ficou conhecido por ter desbancado a ultrapassada micareta da cidade, que a Capital não tinha mais ousado criar estruturas grandes. Mas eis que apareceu o 1º Salão Internacional do Livro, desde sábado passado, com o tema Leitura para Todos, no Espaço Cultural José Lins do Rego. Até o próximo domingo, dia 28, tem livros, escritores famosos, anônimos e atrações variadas.

Existem realizadores para o grande feito. E são muitos, mas, como sempre, o Ministério da Cultura, o governo do Estado e o Sebrae, se destacam na iniciativa. O evento foi organizadamente dividido em diversos espaços e atividades. O café literário, as arenas cultural e infantil, visitação escolar, oficinas, workshops, palestras, cinema, teatro, música e sessões de autógrafos.

Nomes da literatura brasileira e de mais oito países passarão pelo Salão da Paraíba. Marina Colasanti, aquela que escreveu "Eu sei, mas não devia" (Eu sei que a gente se acostuma. Mas não devia...), é uma das mais procuradas. O Ignácio de Loyola, que escreveu o romance "O Menino que Vendia Palavras", ganhou o Prêmio Jabuti de melhor livro de ficção de 2008, é outro que está no Salão.

Quando se fala em língua portuguesa hoje, aqui no Brasil, ele é o professor mais midiático, o Pasquale Cipro Neto, e vai estar no evento também. Além dele, vem uma carrada de gente bacana, que escreve bem, como Afonso Romano de Sant’Anna, Bráulio Tavares, Mário Prata, Nelida Piñon e Arnaldo Antunes.

A entrada no espaço é gratuita, inclusive para os shows à noite, das 10h às 21h. No mezanino 4 haverá exposição interativa e a exposição memória e informação no Espaço Cultural. Ontem, 22, e hoje, 23, no Teatro Paulo Pontes, está ocorrendo o Fórum Paraibano do Livro, Leitura e Bibliotecas. Para os autores locais, um sarau paraibano e o lançamento de livros no Teatro de Arena, com apresentação do jornalista e poeta Linaldo Guedes.

As apresentações culturais ficam por conta de Silvério Pessoa, Adeildo Vieira, que fará homenagem ao poeta Lúcio Lins, Cabruêra, Kenedy Costa com homenagem a Jackson do Pandeiro, Paraíba Dixieland, Toninho Borbo, Beto Brito, entre outros.

Veja algumas atrações:
FEIRA DO LIVRO - EXPOSITORES
52 participantes dos Estado de SP, CE, PA, CE, RJ, DF, PE, MA, BA, RN, PA, PR, além da editora Os menores livros do Mundo, do Peru.

FIQUE LIGADO
Teatro de Arena | 15 horas | Apresentação: Agda Aquino
Dia 21 - Ferréz “O Hip Hop e a literatura na periferia”
Dia 23 - Tania Zagury "Bullying" | Jairo Rangel “Raquel de Queiroz”
Dia 25 - Andre Vianco "Entre o Bem e o Mal"
Dia 26 - Pasquale Cipro Neto "Nossa Lígua"

foto: Colasanti Rascunho
POÉTICA DA PALAVRA
Teatro de Arena | 17 horas | Apresentação: Linaldo Guedes
Dia 21 - Fabrício Carpinejar
Dia 23 - Arnaldo Antunes
Dia 24 - Marina Colasanti
Dia 26 - Ferreira Gular | Bráulio Tavares

foto: Loyola Contos Brasileiros

CAFÉ COM LETRAS
Teatro de Arena | 19h30 | Apresentação: Linaldo Guedes
Dia 20 - Silvério Pessoa
Dia 21 - Mario Prata
Dia 23 - Nélia PiñonDia 24 - Galeno Amorim
Dia 25 - Affonso Romano de Sant'Anna
Dia 26 - Ignácio de Loyola



foto: arquivo Toninho Borbo
SHOWS
Teatro de Arena | 21h30
Dia 20 - Silvério Pessoa
Dia 21 - Adeildo Vieira - Homenagem a Lúcio Lins
Dia 23 - Urso amigo Batucada + Cabruêra
Dia 24 - Nação Maracahyba + Kenedy Costa - Homenagem a Jackson do Pandeiro
Dia 25 - Aruenda da Saudade + Patrícia Moreira - show francés cole café
Dia 26 - Paraiba Dixieland + Toninho Borbo
Dia 27 - Beto Brito
Dia 28 - Tarancón

Acesse toda a programação AQUI.

8 comentários:

Margot Félix disse...

Uma maravilha esse evento. Não posso ir, mas me deleito só de saber que está acontecendo.

Bjos!

Dalmo Oliveira disse...

Levei as meninas na Feira domingo passado. Saímos todos satisfeitos, cada um com seu livrinho a tira-colo. Para crianças e jovens é uma oportunidade bacana de ver que a literatura também pode proporcionar momentos fantásticos de entretenimento. Perdi o show de Silvério dia 20 porque não tava ligado na programação. Ele acaba de defender dissertação sobre cultura popular. Sexta o show do Toninho é imperdível, assim como o que restou do Tarancón, domingo. Vamos prestigiar!

Marília disse...

Iniciativa muito importante. Sempre estamos, em um momento ou outro, reclamando: não acontece nada por aqui [Paraíba]; não tem incentivo à cultura, bla, bla, bla. O que vi domingo, foi uma boa estrutura, participações interessantes [Ferrez (to em dúvida sobre a grafia do nome dele), Fabrício Carpinejar e Mário Prata] e pouco público, além de entrevistas mal-estruturada para os participantes deste dia. Fiquei com vergonha quando o entrevistador perguntou a Mário Prata o que ele achava da crise do SBT --pelamordedeus- Mário Prata tem o que falar: ele produz crônicas, romances, cinema e TV... Além dessa pergunta esdrúxula, sequer soube brincar com Carpinejar, ficando perdido nos trocadilhos.
Enfim: gostaria de ir mais dias, e de saber que os paraibanos estão prestigiando um evento dentro do próprio estado!

De acordo com disse...

Realmente, uns até discordam da gente, reclamam de problemas técnicos operacionais... Mas nós sabemos o quanto é bom ter um evento desse, com uma alternativa de leitura, com uma variedade de gente boa. Diante dessa importância toda que a leitura deve ter nas nossas vidas urbanísticas, os desacertos a gente releva nessa primeira edição, né? ;)

O Antagonista disse...

A minha linda Paraíba sempre efevercente cuturalmente... Como sinto saudades disso. Aqui em Natal, pouca coisa acontece de interessante...

Valeu!

Anderson Ribeiro disse...

Bom saber que grandes eventos estão se descentralizando (saindo do eixo sudeste). É a força do Nordeste se mostrando e começando pela Paraíba.

jogos da memoria disse...

Gente, que bom conhecer esse Blog. Vou começar a estreitar laços com essa cultura maravilhosa que vcs mantém aí. Parabéns, desde Floripa e com um pé no Pampa.

Marlon

RAFFAELLA disse...

Olá Valdívia, adorei teu blog, muito rico em informações culturais democráticas, daí percebi que vc é de João pessoa, tenho um poeta amigo, Heldemarcio Ferreira daqui de Recife que irá lançar seu livro "Visões sobre todos os cantos do poeta" aí em João Pessoa, Dia 18/12/2010 no Zarinha Centro de Cultura de JP- Mais um lançamento do VISÕES, seria uma honra contar com sua presença, e se fosse interessante pra vc publicar algum post a esse respeito em teu blog seria de muita ajuda pra divulgar esse poeta de essência ímpar...
desde já agradeço a atenção...
Raffaella Aureliano