seguidores

20 de março de 2011

LUA, VEM!


fotos: Val da Costa
Por volta das 16h40, Dudu chegou com Gamela fazendo o chamado. Alê e Toninho toparam e eu fui a reboque. O fenômeno da maior lua dos últimos tempos apontava um caminho pra sua observação. Era a famosa Pedra de Santo Antônio, na cidade de Fagundes, aqui na Serra da Borborema, aquela que é gigante, tem uma fenda que dá pra passar uma pessoa por baixo (com fé em arrumar um casamento) e forma um aglomerado de outras pedras em cima da grande pedra mãe, que é a Serra de Bodopitá. Planejamos sair pra ver ela nascer lá, mas, quando olhamos, ela já estava assim, estufadona...
 
O momento era especial porque, primeiro, era o dia 19 de março, Dia de São José, um santo que dita ao sertanejo se o ano vai ser bom de chuva, como canta a música Ciência Nordestina, do nosso amigo Alê Maia. Ele tinha marcado de vir compor umas músicas com Toninho e achou esse esquemão lunar. Não demorou, ele começou a relembrar histórias de outras idas à pedra...

Segundo: um evento lunar que não veremos mais em tantos anos tinha que ser bem aproveitado... não podia ser vivido da sacada de casa, do meio da rua... não para quem ama a lua como nós, loucos. Aí, juntando tantos motivos para se viajar um pequeno trecho e ver a lua grandona, saimos de casa...
Dudu e Gamela foram num carro e eu, Toninho e Alê noutro. Durante todo o caminho, sons muito bons. Andar com músicos é isso: são ouvintes que trocam megabytes e mais megabytes de música. "Ô viagem ruim", pensei. Mas aguentei. (rss) Um caminho totalmente iluminado. A BR 230 parecia um tapete negro com pequenos gliters aqui e acolá...

Aqui é do outro lado da pedra de Santo Antônio. Infelizmente, meu equipamento fotográfico e minha ignorância em operá-lo ainda não conseguem se unir e captar muita imagem no escuro. Precisa de luz. Mas não uso flash. Acho uma luz artificial agressiva. Procuro uma luz natural... (essa luz branca, mais forte e acentuada somente esta noite, em todo canto... eu fiquei doidinha!)
Enquanto isso, lá embaixo, Campina Grande derretia de amores pela lua... hihi...



A Pedra de Santo Antônio é encantada. Não sei se era a noite, o momento... mas senti uma energia revigorante. Depois de voltar de lá, me senti livre e sorri. Mas lá na pedra, os meninos são visitantes assíduos. Então foi aquela ginástica noturna... descemos lagedos, entramos em trilhas lindas de matos dos mais diversos, ouvimos uma conversa sigilosa entre duas cigarras, no meio de uma algazarra de coaches de sapos e tirinetes de outros apitos de insetos. 

foto: Gamela
 Isso foi a caminho pra uma caverna que, segundo os meninos, ficava próximo a uma lagoa, tipo "paraíso"... mas as três descidas de trilhas de barro e pedra nos alertaram para a subida, que seria maior. Naquele clima Lost... voltamos.
Antes de subir o lagedo, paramos numa jaqueira enorme, que tinha a copa grandona, cobrindo tudo ao redor. Lembraram de uma lente de uma máquina fotográfica que deixaram naquele mesmo lugar noutra visita... continuamos. Olhei pra lua... pensei: "Lua, vem!". E lá estava ela, como uma amiga que me visita uma vez a cada dez anos, me dando atenção com sorrisos.
Em casa, nós chegamos com os dentes à mostra. E o papo foi alongado noite a dentro. Até o momento em que Gamela lembrou de uma "visão" que ele teve lá na pedra, noutra ida ao local.

"Eu tava cortando lenha pra fogueira, aí uma mulher toda de branco com um véu no rosto veio saindo de dentro dos matos em minha direção". "E aí?!", em coro. "Dei um grito alto, disse 'não venha não', com  foice na mão, me assustei e cai pra trás de cima da pedra onde estava. Me acharam no chão, todo fudido, escoriado... foi horrível!"
Gama é muito legal. Deixou a gente curtir a maior noite do ano sem implantar noia de malassombros na cabeça... :D Ele é essa silhueta, perto de Jorge, com o isqueiro.

#valdívia costa

11 comentários:

toninhoborbo disse...

Foi muito bom mesmo!
Bem no clima Lost...
Muito bom Nega! :)

Anônimo disse...

Adorei a crônica Val... muito boa. Transmitiu a essência dessa noite, que foi mágica e ainda tá iluminando minha mente! =]

Jorge Barbosa

Luciana Queiroz disse...

Depois de tanto encanto gamela tem que contar um causo... kkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Eita que massa! Gostei muito da crônica e das fotos moça, deu ainda mais vontade de ter curtido esse momento com vcs... pena. A próxima só daqui a 10 anos?! Danou-se! :)

Ivana Bastos

De acordo com disse...

Poxa, gente vlw... a lua e seus encantos... todos vcs encantados, eu encantada... ai, ai... hehehe

Anderson Ribeiro disse...

Putz, que lua! que fotos! que céu! e que saída pra Campina grande 'derretida'. Mas não é que ficou muito legal? Hahahahaha

Flaw Mendes disse...

Lindo... :D

De acordo com disse...

Só um editor mesmo pra perceber o lance dessa foto... rss Bjs, Anderson! Vlw parceiro Flaw! :D

xistosa - (josé torres) disse...

Eu vi a Lua "grande"!!!
A maior.
Mas não conseguiu encher a minha janela.
Seria uma grande Lua ou uma grande vontade de ver uma grandeza que não alcançamos?
Nem sei o que o meu pequeno mundo me diz...

Cumprimentos

Anônimo disse...

fantástico texto, abrilhantado com imagens super convidativas do lugar, daquele momento!!! Tudo de bom!!

Betânia

brs75 disse...

fantástico texto, abrilhantado com imagens super convidativas do lugar, daquele momento!!! Tudo de bom!!

Betânia