seguidores

16 de setembro de 2009

*Inglês - aprendendo num blog


Um "valeu" aos teachers do mundo todo | imagem: Ideias de malucos sem jeito

Estou estudanto inglês por um blog. É muito simples, basta ler o conteúdo todinho (desde 2007) e fazer os exercícios. Deve funcionar. Vou tentar levar o "curso" até acompanhar diariamente os posts. O blog é o Inglês na ponta da língua. O nome parece clichê, mas o método é o que importa. Prova disso é que o blog ganhou o prêmio Top Blog deste ano na mesma categoria que eu concorri, a de Cultura, através do voto do internauta. Ou seja, quem usa está referendando-o.

Essa não é a primeira vez que tento aprender Inglês pela internet. Uma vez fiz um cadastro num curso eletrônico, no qual eu recebia uma news semanal com o material da aula virtual. O nome era Englishtown. Eu lembro bem porque recebi massivamente as news. Nunca abri nenhuma delas. A pasta que criei no e-mail para este curso tive que deletar de tão pesada.

Acho que essa 1ª tentativa não deu certo porque não tinha interesse de fato em aprender Inglês. Nem sei se tenho agora essa vontade. Mas o método de expor o conteúdo linguístico em blog é massa por que rola uma interatividade com quem está ensinando. Ou seja, se eu criar uma amizade com o blogueiro, o que geralmente rola a partir do primeiro contato, vou ter quem me motive de vez em quando.

O link desse novo colega, o professor Denilson de Lima, vai ficar disponível no "mistão" do De acordo com. Caso alguém queira entrar nessa e testar o blog comigo, vamos em frente. Chega de traduzir tudo com a informática moderna e seus tradutores espertinhos e trapaceiros. Vamos aprender a ler e escrever Inglês de verdade. Falar? É, quem sabe... quando o papo rolar fluentemente, I'm speaking here!

Um comentário:

xistosa - (josé torres) disse...

Há por este lado um ditado que diz:
"Burro velho não aprende línguas".
Gostava de saber mais inglês, tanto mais que me desloco a Manchester (onde tenho o meu filho) com alguma regularidade.
Ler e traduzir, não é assim tão difícil.
Agora perceber o que me dizem ... sou completamente surdo.
Para já não tenho tido problemas em Inglaterra, mas não mantenho uma conversação.

Um abração.